4 erros cometidos no orçamento de um casamento

4 erros cometidos no orçamento de um casamento

O casamento é um evento de grande importância e cheio de detalhes que merecem bastante atenção por parte dos noivos e de quem for contratado para ajudá-los. Por essa razão, seu planejamento deve ser feito cuidadosamente, de modo que os ocasionais erros não causem problemas, frustrações e prejuízos.

Vai casar e quer saber quais são os principais erros cometidos no orçamento de um casamento? Então veja quais são eles em nosso texto e aprenda a evitá-los.

1. Definir um orçamento muito baixo

O primeiro dos erros cometidos no orçamento de um casamento é a definição de um valor inicial muito baixo. Você sonha em fazer uma festa perfeita, mas sabe que não pode gastar demais? Tenha cuidado para que sua estimativa de recursos não acabe prejudicando o nível de qualidade da celebração.

Por exemplo, escolher serviços e profissionais somente pelo preço mais baixo pode ser muito arriscado. É mais interessante pesquisar e conversar a respeito dos elementos de que poderia abdicar, para que o resultado não frustre os noivos e convidados.

2. Fazer planos sem saber o quanto se pode gastar

Sonhar é mesmo maravilhoso, mas ao planejar um casamento, é preciso ser realista. Ainda que você tenha juntado recursos por anos para casar, é importante ficar atento ao orçamento, de modo a não gastar errado ou à toa. Fazer planos sem controlar os gastos pode resultar, quando você menos espera, em uma dívida muito alta no futuro.

Vale a pena indicar em uma planilha tudo o que os noivos desejam ter na festa e quanto, mais ou menos, pretendem gastar por item. A depender do caso, os dois podem gastar menos em um serviço e passar esse “saldo” para outro. Mas dificilmente as coisas sairão do controle.

3. Não ter um plano B

Infelizmente, os imprevistos podem acontecer. E nem tudo pode sair minuciosamente conforme ficou planejado. Por essa razão, não ter um plano B é um dos piores erros cometidos no orçamento de um casamento.

É interessante não chegar ao limite dos gastos que se pretende. Mas é conveniente juntar uma reserva para eventuais problemas.

Os casamentos ao ar livre, por exemplo, dependem muito do clima do dia. Se o tempo virar, pode ser necessário pensar em como driblar esses contratempos. Esteja preparado com antecedência para os problemas mais óbvios que você e a equipe do casamento pensarem.

4. Subestimar os custos ou não planejar de acordo com os serviços a contratar

Outra razão importante para que os noivos não extrapolem no orçamento são os custos extras. Todo trabalho tem um preço e, se você deseja qualidade, vale a pena fazer o investimento adequado para que tudo dê certo. Nem sempre fazer as coisas por conta própria para economizar pode ser a melhor escolha.

As equipes e profissionais para buffets, decoração, entre outros elementos da festa são fundamentais para que o planejamento do casamento aconteça do jeito que espera. São muitas pessoas envolvidas para que a celebração dê certo. Portanto, contratar essas pessoas não deve ser considerado um gasto desnecessário. São especialistas no assunto e entendem melhor sobre a logística de eventos do que pessoas sem experiência no assunto.

Com todas as dicas desse post, será mais difícil cair nos erros cometidos no orçamento de um casamento, não é? É possível realizar uma festa de qualidade, com tudo com que você sonhou e sem acumular dívidas.

Gostou das nossas recomendações? Então, siga a WM Joias em nossas redes sociais e acompanhe todos os nossos conteúdos no Facebook e Instagram.

Adicionar um comentário


Cadastre-se na Newsletter
X

Receba nossos conteúdos por e-mail.
Clique aqui para se cadastrar.