Anel de casamento: quanto custa?

Anel de casamento: quanto custa?

O anel de casamento é um dos componentes mais importantes para qualquer casal. Ele representa o amor e a união de quem decidiu se comprometer pelo resto da vida. Também tem uma simbologia de décadas e a tradição é passada de geração em geração. Então, a escolha desse componente é crucial.

Ao mesmo tempo, essa não é a única despesa do enlace. Há toda a questão da documentação, da festa e até da lua de mel, se for o caso. Por isso, é comum que haja uma preocupação quanto aos custos de um item como esse.

Para não se preocupar sem necessidade, entenda o quanto vale um anel de casamento e prepare-se corretamente.

Afinal, qual é o preço dessa joia?

Por se tratar de uma peça tão importante, é normal que a aliança tenha um valor mais elevado que a de uma de compromisso, por exemplo. Além disso, trata-se de uma joia, o que significa que é há o uso de elementos nobres, o que impacta no preço.

No entanto, não dá para saber o preço preciso. É possível encontrar tanto um anel de R$ 2 mil quanto um que vale R$ 20 mil — ou até mais.

Ao mesmo tempo, isso tem um lado muito positivo: há um par de alianças que se encaixa, exatamente, no seu orçamento. Caso você esteja na dúvida se vai conseguir encontrar algo para o seu bolso, saiba que não faltam opções de preços, então é possível achar o par perfeito para vocês.

Quais fatores influenciam o preço do anel de casamento?

Para entender melhor quanto custa esse elemento, é essencial compreender o que influencia no valor cobrado. O primeiro e mais importante fator é o material. Uma aliança de ouro 18 quilates, por exemplo, tem um valor maior que uma de prata e até que de ouro 24 quilates. Afinal, esse material é nobre e valorizado acima de vários outros.

Os outros elementos no anel de casamento também influenciam. Um de ouro com zircônias, por exemplo, é mais barato que um com diamantes, por causa da diferença de componentes. Já um todo liso sai mais em conta que os dois.

Outro ponto que impacta o preço é a largura da peça. Alianças grossas são mais caras, já que utilizam uma quantidade maior de material. Além de tudo, há o acabamento. Gravações diferenciadas e detalhes únicos podem impactar o preço — vale ficar de olho.

Como fazer uma compra que cabe no bolso?

Para que o preço do anel de casamento se encaixe perfeitamente no seu orçamento, comece levantando o valor que pode ser gasto. Ao definir uma faixa, você procurará somente aquilo pelo que pode pagar, o que evita surpresas desagradáveis no final.

Além disso, é indispensável recorrer a uma empresa de qualidade. Boas peças duram mais, têm garantia e geram economia ao longo do tempo. Então, o melhor é optar por uma marca reconhecida e com uma boa variedade de opções.

Para completar, analise as condições de pagamento. Pode ser o caso de aproveitar um desconto na compra à vista para conseguir uma economia extra. Se for necessário, a divisão em até 10 parcelas garante mais tranquilidade e planejamento. Então, observe as possibilidades oferecidas pela loja.

Embora não seja possível definir um valor médio para um anel de casamento, agora você já sabe o que influencia o número final. Com a escolha da loja diferenciada, você encontrará bons preços, condições adequadas e peças de alta qualidade!

Para manter todos os números em equilíbrio, veja 4 erros cometidos no orçamento do casamento e fuja dessas falhas!

Adicionar um comentário


Cadastre-se na Newsletter
X

Receba nossos conteúdos por e-mail.
Clique aqui para se cadastrar.