Como as alianças são fabricadas?

Como as alianças são fabricadas?

Como já vimos em outras postagens, o uso de alianças é um costume muito antigo, que remonta há cerca de 3 mil anos antes de Cristo. Portanto, é fácil imaginar que as técnicas para a produção desses anéis sofreram várias transformações ao longo do tempo.

3

Hoje, como era de se esperar, as alianças podem ser produzidas industrialmente, por meio de máquinas específicas que ajudam a fabricar vários anéis por vez. Mesmo assim, a maioria das alianças vendidas em lojas são feitas manual e artesanalmente, uma a uma, o que garante as peculiaridades e exclusividade de cada uma.

Ta afim de saber como as alianças são feitas? Então vem com a gente que vamos contar passo a passo!

Primeiro, as matérias-primas são separadas tal como em uma receita: os ingredientes são selecionados, medidos, pesados, calculados para que a mistura seja correta. Por exemplo, em uma aliança de ouro, utiliza-se 75% de ouro puro e 25% de ligas metálicas.

O segundo passo é esquentar MUITO!

2

O material é submetido a altas temperaturas em um processo de aquecimento, podendo chegar a até 900°C. Depois, faz-se o contrário: esfria-se o material em uma mistura de água, lime e álcool, o que faz com que ele fique maleável para poder moldar o anel.

Agora entra em cena uma ferramenta super antiga dos ourives: o tribulet. Ela serve para dar o formato circular da aliança.

3

tribulet

Antes de ser colocado no tribulet, o material estará em formato de fio e com a espessura correta para que o resultado final alcance o esperado. Então, o ourives encosta esse fio no tribulet e o envolve para que forme um círculo. O martelo de chifre é utilizado para que as duas pontas do fio sejam unidas – e elas precisam ficar bem unidas – e depois, elas são soldadas para que o círculo se feche.

Em seguida, a aliança é novamente aquecida e jogada em uma solução de ácido boriático para que o anel seja clareado. O ourives a coloca de novo no tribulet para polir, alinhas e retocar a peça, para que não fiquem sinais de solda e nem imperfeições em seu formato e espessura. Essa é uma etapa MUITO importante, pois é nela que o brilho e a beleza do anel são garantidos.

4

Nesse momento do retoque, os detalhes das alianças serão feitos, já que algumas delas são desenhadas, tem diferentes texturas ou polimentos variados. Também nessa etapa, os nomes do casal e a data da união são gravados na peça.

Mas e se a aliança tiver pedrarias? Aí entra o processo de lapidação das pedras. O corte de joias é uma atividade muito antiga que existe para que as pedras preciosas em estado bruto vire uma joia brilhante e polida. Para cada pedra, o lapidador precisa seguir caminhos específicos de ângulos e formas de polimento, garantindo, assim, a beleza do material e aumentando seu valor.

5

Ao final de todo o processo, as alianças estão prontas! E você sabe onde encontrar as melhores alianças de namoro, noivado e casamento? Na WM Joias! Acesse nossa Loja Online para encontrar os anéis que mais combinam com você, com seu estilo e personalidade!

Até a próxima 🙂

Compartilhe:

Posts Recentes:

Alianças de Casamento: A origem das alianças

Tradições de casamentos pelo mundo.

Compartilhe:

Posts Recentes:

Alianças de Casamento: A origem das alianças

Tradições de casamentos pelo mundo.