Está na hora da gente se casar?

Está na hora da gente se casar?

Como saber se é a hora certa para passar do namoro para um casamento? Primeiro de tudo, temos que reconhecer que não existe uma regra, cada casal tem seu tempo: existem aqueles que decidem juntar as escovas de dente com poucos meses de namoro enquanto outros namoram por anos e anos antes do matrimônio. Não existe essa de “estar enrolando”, o lance é que as pessoas precisam estar realmente preparadas para dar um passo a mais na relação. Alguns sinais, costumes do seu dia a dia, podem te ajudar a identificar se a sua relação já amadureceu e se você e seu amor estão prontos para viver uma vida oficialmente a dois.

Quer saber um pouco mais? Nós da WM Joias fizemos uma listinha pra te ajudar a perceber se já da pra pedir o amorzão em casamento. Vem com a gente!

1. Não dormirem juntos é bem estranho

Durante o namoro, cada um mora em sua casa, dorme na sua cama. Alguns casais até passam uma noite ou outra juntos, mas, oficialmente, cada um mora em um lugar (vale lembrar que estamos falando de namoro aqui levando em conta os casais que não vivem na mesma casa, ok?). Bom, com o passar do tempo, o costume de dormirem juntos acaba se tornando mais rotineiro, fazendo parte do dia a dia, e não ter aquela companhia ali na cama começa a ficar estranho.

2. Parceria nos planos de vida

Todos nós pensamos no futuro e fazemos planos para aquilo que desejamos. É normal que, em um namoro, você faça planos pensando no seu namorado/a, mas não é disso que estamos falando: aqui, falamos de planos feitos em conjunto. Se os planos da sua vida e da vida dele/a estão se cruzando, se construindo lado a lado, então significa que o namoro está bem amadurecido e que é um desejo de ambos que o casal permaneça caminhando juntos.

3. Você reconhece os pontos negativos de seu/sua parceiro/a

Pode parecer controverso, mas não é. Durante o período de paixão, costumamos não enxergar os defeitos do outro: tudo é lindo, tudo é fofo. Depois, com o caminhar da relação e com o amadurecimento do casal, o convívio vai mostrando que não é bem assim. Tudo bem, ninguém é perfeito! Todo mundo tem uma coisinha ou outra que é chatinha. É muito importante quando começamos a reconhecer os pontos negativos do nosso parceiro, porque é quando avaliamos se as coisas boas são superiores, e se somos capazes de amar seus defeitos. Lembrando que alguns defeitos, como agressividade, por exemplo, são inaceitáveis, chegando a ser crime em alguns casos.

4. Estabilidade financeira

É claro que dinheiro não é tudo nessa vida, mas não podemos nos esquecer que o casamento traz algumas responsabilidades. Comprar ou alugar uma casa para o casal, por exemplo, demanda alguma renda. Se o casal optar por ter filhos, aumenta mais ainda essa responsabilidade, inclusive financeira. Se a realização da cerimônia for um desejo dos dois, existe o valor para pagar a comemoração, e por aí vai… Então, mais do que ter dinheiro, é importante que se tenha um controle financeiro. É fundamental que o casal converse sobre finanças e que façam planejamentos.

E se depois de pensar bem, vocês concluírem que está sim na hora de juntar as escovas de dente, não deixem de acessar a loja online da WM Joias para escolherem as alianças!

Até a próxima, pessoal!

 

Adicionar um comentário


Cadastre-se na Newsletter
X

Receba nossos conteúdos por e-mail.
Clique aqui para se cadastrar.