Tudo o que você precisa saber sobre matrimônio judaico

Tudo o que você precisa saber sobre matrimônio judaico

Ainda que o casamento seja um dos elementos mais tradicionais da vida humana, cada cultura e religião tem seu modo de celebrar. No Ocidente, estamos acostumados com a ideia católica dessa celebração. Mas há muitas outras possibilidades, como o matrimônio judaico.

As tradições judaicas são fortes e merecem ser respeitadas. Além disso, é indispensável que os noivos sejam judeus ou convertidos à religião. Há, ainda, outros pontos que precisam ser observados.

Para não ter nenhuma dúvida, veja quais são os aspectos para conhecer sobre o matrimônio judaico.

Os preparativos são variados e frequentes

Muitos noivos optam por ficarem separados na véspera do casamento. Na tradição judaica, o casal deve ficar separado durante uma semana, em preparação ao casamento.

Para a purificação, ocorre um banho no chamado micvê. Além disso, é comum que ambos jejuem no dia do casamento, desde o nascer do céu até o encerramento da cerimônia.

As roupas claras e falta de joias são essenciais

Outro ponto importante do matrimônio judaico é a escolha das roupas. Assim como acontece em outras religiões, o vestido da noiva deve ser em cores claras. Isso representa a pureza, o que é muito valorizado pela religião.

Já o noivo, normalmente, utiliza o kitel, antes da cerimônia. É uma veste branca que segue por cima do terno. A peça é mantida ao longo de toda a cerimônia e serve para que o noivo se lembre de sua condição mortal.

O matrimônio judaico é realizado sob a Khupá

A cerimônia tem que ser realizada sob a Khupá ou Chupá. Essa é uma estrutura com as laterais abertas e que simboliza o novo lar do casal que se forma de maneira oficial.

Os noivos são levados, um de cada vez, pelos pais. O lugar, normalmente é decorado com tecidos e flores claras, com velas e com lâmpadas. As alianças trocadas devem ser de ouro e sem desenhos e, no encerramento, o noivo quebra um copo.

As festas variam com cada doutrina e família

Com a finalização da cerimônia, é o momento da festa. Nesse período, também há várias regras, como a escolha de músicas específicas e o carregamento dos noivos sentados na cadeira.

Cada doutrina e cada família tem tradições únicas. Então, é preciso realizar um estudo cuidadoso sobre o que tem que ser seguido em cada caso.

O buffet da festa é feito com a comida Kosher

Um dos pontos em comum de qualquer festa de matrimônio judaico é a comida servida. A culinária Kosher é a mais tradicional, importante e tem alguns pontos que devem ser respeitados.

A carne não pode ser misturada com o leite ou laticínios, além de não poder ter origem suína. Aves que se alimentem de outros animais, como as de rapina, não são permitidas. Os peixes devem ter condições específicas e frutos-do-mar ficam de fora. Certos produtos devem ser acompanhados por um rabino, como leites, laticínios e uvas, para a procedência ser garantida.

O matrimônio judaico traz uma celebração linda, repleta de costumes e com pontos que merecem destaque. Ao conhecer esses aspectos principais, fica mais fácil organizar a cerimônia de acordo com as tradições, tornando a celebração em momento inesquecível!

Gostou do texto? Compartilhe o post nas suas redes sociais e marque seus contatos!

Adicionar um comentário


Cadastre-se na Newsletter
X

Receba nossos conteúdos por e-mail.
Clique aqui para se cadastrar.